Analise completa da coleção Sol e Lua

Fala galera sejam bem-vindos a mais um post ! haha
Hoje farei uma analise completa da coleção Sol e Lua, como se no título não deixasse já bastante claro.
Falarei de todos os Pokémon GX, e de várias cartas dessa coleção que não entraram no Top 10 que eu postei no meu canal em YouTube.
Todas essas cartas chegarão ao Brasil no dia 10 de Fevereiro e farão possível a sincronização entre as coleções lançadas em Estados Unidos e as que são lançadas por aqui. Muitos estão animadíssimos com a mudança e a Poke Paradise não quer que você fique perdido, por isso vale a pena saber quais cartas você precisa conseguir:


Os Pokémon GX 

Decidueye GX - De longe ele é uma das melhores cartas da coleção Sol e Lua. Com sua habilidade você pode colocar 2 marcadores de dano em qualquer pokémon do rival. O melhor disso é que as habilidades dos Decidueye são acumulativas, por tanto se você consegue montar 4 Decidueye na mesa você vai poder colocar 80 de danos na mesa do rival todos os turnos sem a necessidade de energias e nem ter que deixar seu pokémon principal na posição de ativo. Obviamente eu nunca considero que serão montados os 4 Decidueye já que como ele é um estágio 2 as chances de que alguma das 12 cartas se encontrem nos prêmios é alta. Mas mesmo que você consiga montar 3, são 60 de danos direcionados para os pokémon do oponente que você quiser.
Além do mais ele ganha o bônus de poder utilizar o estádio Forest of Giant Plants o qual permite quebrar a regra básica de evolução, com ele você pode evoluir à vontade seus pokémon de planta.
Também ganha o beneficio de poder utilizar o Shiinotic, um pokémon estágio 1 que procura qualquer pokémon de planta no deck e coloca na sua mão.
A vida de Decidueye também é um diferencial. Vários pokémon GX da coleção têm uma vida que é sem noção. 240 é muita vida. Lembrando que a maior vida do formato (sem nenhum incremento) é de 250.
As vantagens claras são a sua fraqueza à Volcanion Ex, um pokémon que se encontra super popular nesse formato; e sem dúvida nenhuma o Garbodor, aquele lixo que bloqueia habilidades. O jeito será nocautear o Trubbish antes dele evoluir, será possível ?? (ou usar Beedrill Ex e boas tmb).


Lurantis GX - Esse pokémon é interessante, mas não consigo definir se ele será realmente bom ou se é uma cilada, bino. Com seu primeiro ataque você bate 40 e pode carregar duas energias basicas que se encontrem no descarte em quaisquer pokémon que você queira. Ele pode ser um energy acelerator interessante para vários decks, mas o problema é que esse ataque é realizado com energias de planta, o que limita muito a sua utilização. Na história nós tivemos poucos pokémon que se encaixaram em formato dos que tinham esse efeito de bater e carregar. Por exemplo Victini EX da Tempestade de Plasma com seu primeiro ataque procurava 3 energias no deck e carregava como você quiser, mas normalmente o pessoal utilizava por conta do seu segundo ataque para eliminar Virizion/Genesect. Também tivemos o Mega Manectric EX, o qual tinha um ataque bastante parecido, mas ele batia 110 e Lurantis bate apenas 40. Por outro lado na época do Mega Manectric você tinha Compressor de Batalha, uma carta que permitia descartar em seguida as energias para assim recuperá-las. Já na época de Lurantis não temos esse beneficio... Mas a Lurantis pelo menos tem um segundo ataque que causa 120 e cura 30 dela mesma. Isso já a coloca em uma melhor posição já que nesse formato poder curar 30 pode parecer pouco, mas na realidade pode ser a diferença entre que seu pokémon seja nocauteado ou não na rodada seguinte. Temos por exemplo Mega Altaria EX que eu quando li por primeira vez achei que era a pior Mega da coleção e que nunca jogaria... Pois bem, Mega Altaria que bate e cura 30 alcançou um Top 8 em regionais afora. 
E seu ataque GX causa 50 vezes o numero de energias de planta que a Lurantis esteja carregando. Isso pode ser muito e conforme você vai atacando com o primeiro ataque, pode acumular um grande número de energias. Mas francamente você precisa carregar 4 energias na Lurantis para bater um dano capaz de nocautear um pokémon EX do rival. Alguns GX com 4 energias também não nocauteia. Os beneficios de Decidueye também se aplicam a esse pokémon. Como também a sua fraqueza para Volcanion EX  D:
Enfim, teremos que ver como é a evolução do formato ao longo do tempo para ver se essa carta verá jogo. Muita gente a considera uma carta muito boa, mas não consigo achar nada especial x)


Incinearoar GX - Esse pokémon possui um ataque muito bom e outros dois mais ou menos... Mas por aquele ataque muito bom escalou uma colocação bem alta no Top 10 que fiz no meu canal. Com o primeiro ataque você causa 10+20 por cada pokémon fogo que tenha no descarte. Esse dano pode se ver aumentado com o uso da carta Campo Celeste, aumentando em 3 o numero de pokémon de banco que você pode descer. É realmente um dano altissimo para um pokémon que precisa de apenas uma energia para bater. Além disso o destaque dele é a vida. Com 250 você pode abrir espaço a diversas estratégias como o uso de Reuniclus em decks Expanded ou a Max Potion nos decks Standard. Pensa que um Greninja, por exemplo, consegue te bater 160 na fraqueza !! Mesmo dando uma habilidade de Shuriken não consegue te nocautear de uma vez ! Precisa de 2 Shuriken para nocautear um pokémon que tenha fraqueza a ela. Uma loucura.
Agora os outros dois ataques não acho nada de mais... Com o segundo você bate 80 e joga duas moedas. Por cada cara você incrementa seu dano em 50. Eu odeio todos esses ataques que você joga moedas e por cada cara faz algo. Porque é um mistério total o quanto de dano você vai causar. Você pode dar a sorte máxima e bater 180, ou 130 ou pode ter a minha sorte e bater sempre 80. E nesse formato bater 80 com 3 energias não é nada bom.
Seu ataque GX pode te ajudar em algum caso para nocautear um pokémon de uma vez, mas também não é decisivo. Ele causa 200 e deixa o pokémon defensor queimado. Podia bater logo de cara 250 e acharia ótimo. Normalmente quem recebe um dano de 200 não vive para contar a história, mas o problema é que se viver (estou falando dos Pokémon EX com Fighting Fury Belt, por exemplo), o seu oponente tem que dar coroa para que eles sejam nocauteados pelo dano do queimado. Se da cara, o seu ataque GX não fará diferença nenhuma e atuará como o seu primeiro ataque que nocauteia o seu oponente em dois ataques.



Lapras GX - Com esse pokémon eu fiz um bullying desgraçado no meu Top 10, mas agora que eu reflito um pouco não é nada mal hein ! Com uma energia você compra 3 cartas. No começo do jogo você pode ir comprando cartas para ir montando sua mesa. Com 3 energias ele causa 160 e não pode atacar no próximo turno. É tipo um Volcanion EX, só que ele não recebe o bonus do Vaporizar.. é e precisa que seja exatamente 3 energias de água. E com seu ataque GX você causa 100 e deixa o oponente paralizado. Todos nós sabemos o quão isso pode ser ruim, deixar seu oponente paralizado e causar 100 de dano.. O bom desse bicho é que você pode carregar uma Fighting Fury Belt e fica por 230 de vida! e dá pra curar com Rough Se nah.. a quem quero enganar ? é muito ruim msm.



Primarina GX - Bom, nessa coleção não é a vez dos Pokémon de água hein =P A Primarina é o terceiro estágio 2 dos pokémon iniciais e a diferença de Decidueye e Incineroar, ela não parece nada de outro mundo. Com seu primeiro ataque bate 10+ 20 por cada energia de água carregada nos seus Pokémon. É uma espécia de Darkrai EX só que, evoluido.. Significa que demora para trazer na mesa.  E não tem uma espécie de Yveltal que atue como Energy Acelerator no seu deck. O único que tem seria Max Elixir mas você só poderia carregar no básico da Primarina.
O seu segundo ataque causa 120 e você descarta uma energia do pokémon defensor. Isso é um ataque realmente interessante, mas se ele custasse 3 energias. Isso daí custa 4... Demora de mais para carregar e até lá o seu oponente não vai ter problemas em te nocautear.
E seu ataque GX cura todos os danos da sua mesa. Esse ataque que pode parecer interessante, o que faz normalmente é atrasar o último ataque do rival. normalmente te atacam o pokémon ativo. Se você cura e não nocauteia o pokémon rival nem nada.. bom o máximo que fez foi ganhar um turno a mais de vida. Isso pode ser fatal contra decks Spread como Mega Alakazam por exemplo, mas todo dano que mega Alakazam pudesse colocar em Primarina ela já de cara vai curar com o efeito de Rough Seas. então..
O destaque dele claramente é a vida. É realmente muita vida, assim como o Incineroar GX. Isso da um bônus realmente grande pra carta. Eu acho que se no futuro sair um pokémon de água básico que permita procurar até uma energia no deck e carregar nos seus pokémon... Parecido com Xerneas de Geomancia só que apenas uma pode até ser... Nesse caso penso que esse pokémon pode jogar, mas precisaria de um suporte para complementar o seu primeiro ataque.




Espeon GX - E chegamos na primeira "eeveevolução" da coleção. Normalmente a pokémon sempre tenta fazer o possível para que os eeveevolutions joguem e pode ser que nesse formato isso se torne possível. No caso de Espeon não é algo incrível, eu prefiro mais o Umbreon que se encontra logo embaixo nessa lista, mas ele pode atuar em decks de Umbreon como uma tech contra Mega Mewtwo. Praticamente com que você utilize um Espeon para aplicar fraqueza contra esses decks você já terá a vantagem que precisa.
Os seus ataques são: Psybeam, pelo custo de uma energia você causa 30 e deixa o oponente confuso assim sem mais. Eu curto pra caramba esses ataques que deixam condição especial sem a necessidade de jogar a moeda. Já deixa uma pressão no seu rival logo de cara. Com seu segundo ataque você causa 60 e mais 30 para cada energia que o pokémon ativo do seu oponente tiver. Isso é bem tipo "olá, sou uma tech ótima contra Mega Mewtwooo aquii o/". E com seu ataque GX você coloca 10 marcadores de dano na mesa do rival do jeito que você quiser. Com 100 de dano normalmente você não consegue nocautear muita coisa, mas se você consegue espalhar um dano antes e você utiliza o Division GX você pode finalizar alguns pokémon do banco que te garantam a partida.


Lunala GX - Como expliquei no video do Top 10, eu considero essa carta sensacional. Com sua habilidade você consegue transferir as cartas de energia psiquica que estejam carregadas nos seus pokémon para outros pokémon da sua mesa. Isso da a possibilidade de: 1) utilizar diversas Exp Share para nunca perder as suas energias. Dessa maneira se você tem umas 3 Exp Share nos seus pokémon do banco e consegue recuperar as energias do pokémon nocauteado, posteriormente você consegue remanejar e carregar elas em outro atacante para nunca perder os seus ataques e a pressão na mesa do oponente; e 2) Lunala permite o uso perfeito da carta Max Potion já que com sua ability Psychic Transfer você pode transferir as energias psiquicas que estejam carregadas no pokémon objetivo da max potion. Remove todas elas, cura com Max Potion e depois movimenta de novo para continuar com seu ataque.
Na história efeitos como o de Lunala não viram muito jogo de início como foi o caso de Venusaur-ex da coleção Fire/Red & Leaf/Green e Meganium Prime da coleção Heart/Gold & Soul/Silver. Mas com o lançamento da carta Max Potion na coleção Poderes Emergentes, todos os pokémon que tiveram habilidades similares jogaram e não foi pouco não. Temos o caso de Klinklang que movimentava as energias metal, posteriormente foi lançado o Hydreigon que movimentava as energias noturnas e por último e mais recente tivemos o Aromatisse que movimentava energias do tipo fada. Todos eles jogaram e foram decks bem populares na sua época. Com certeza graças a habilidade que a Lunala têm, ela também encontrará o seu espaço no formato.
Mas não para por ai, o seu ataque bate 120 e não deixa que o pokemon que recebeu o ataque seja curado no próximo turno. Francamente, nada de mais para 4 energias.
Mas o seu ataque GX é realmente interessante. Com Lunar Fall você consegue nocautear um pokémon do rival que não seja GX. Me lembra um pouco o ataque Bring Down da Gardevoir Lv.X à muitos anos atrás, a qual podia tranquilamente definir um jogo. Imagina a situação de que você comprou 4 prêmios e o seu oponente tem um Shaymin EX no banco. Já era. O único que precisa fazer no próximo turno é movimentar as energias da mesa para Lunala e atacar. Digamos que seu oponente não pode deixar que você compre 4 prêmios porque se isso acontecer é so questão de tempo para perder.
Além disso tudo dito, ela ganhará o bônus de um estádio que sai novo na próxima coleção. Ele diminui o custo de recuo em -2 a um pokémon que tenha energia psiquica ou dark carregada. Dessa maneira o deck de Lunala também terá uma mobilidade bem legal. Sem dúvida Lunala é sensacional !



Umbreon GX - Eu curti de mais do Umbreon GX. Ele tem dois ataques que marcaram época em pokémon. O primeiro bate 30 e vai pro banco. Existem muitos decks que tem por estratégia bater e deixar o espaço de ativo livre, promovendo assim pokémon que atrapalhem a vida do oponente. É o caso de Accelgor no formato Expanded, o qual bate e em seguida é embaralhado no deck, promovendo do ativo um Wobbuffet para trabalhar abilities ou no passado um Trevenant para bloquear cartas item. Nós tivemos o Donphan que tinha um ataque que causava 40 e ia pro banco, similar ao do Umbreon, e o qual foi um dos principais decks do formato no começo da temporada BCR-On. Outro deck que se tornou bastante popular foi Shaymin / Trevenant que tinha como estratégia bater 30 com Shaymin EX com Retorno pro Céu e promover um Trevenant bloqueando assim as cartas item do oponente. E na história de Pokémon os casos não param por ai. Teve um Shuppet que batia 30 e retornava pra mão com apenas uma energia psiquica. Ele era utilizado com a carta Mais Poder para aumentar o seu dano já que naquela época o Mais Poder era anexado a um pokémon, assim quando Shuppet retornava pra mão, retornavam também os MP. E nesse deck você promovia de ativo um Spiritomb da coleção Arceus que tinha a mesma habilidade do Trevenant ou um Mr. Mime da coleção Misterious Treasures que não recebia dano de pokémon que tivessem duas energias ou menos carregadas.
Digamos, por experiência eu lhes digo, esse tipo de ataque, dano e esconde, sempre jogaram e com Umbreon imagino que não será diferente. No caso do Umbreon nos temos inclusive o Eevee que tem uma habilidade super bacana. Quando você carrega uma energia no eevee você pode procurar uma das suas evoluções daquele tipo de energia carregada e evoluir. Assim você pode já fazer aquele ataque de 30 + vou pro banco, logo no primeiro turno do jogo.
O segundo ataque também chegou a marcar tendência em dois mundiais de Pokémon. Estou falando do ataque Shadow Bullet, uma atualização do bom e velho ataque Night Spear do Darkrai EX. Dois dos melhores jogadores de pokémon, Igor Costa e Jason Klaczynski alcançaram a primeira colação no campeonato mundial utilizando esse ataque. Agora, o Umbreon tem o beneficio de utilizar a mobilidade do Donphan junto com o poder de Darkrai, bacana ou não ?
O seu ataque GX também é interessante. Com Night Cry GX você pode remover duas energias carregadas nos pokémon do oponente. Não creio que seja um ataque tão importante mais pro fim do jogo, mas no começo pode diminuir de mais a velocidade do deck do rival. Além do mais se você combina esse ataque com as cartas item Enhanced Hammer e Team Flare Grunt removendo assim 4 energias em um turno, ai sim o Night Cry GX pode se tornar decisivo para vencer um jogo.


Solgaleo GX - Esse pokémon tem uma habilidade e um ataque GX que são incríveis mas seu ataque normal ainda não me convence 100%. Primeiro de tudo: vida daquelas que vemos por aqui... 250 !! é muito. Pronto, agora a ability. Com ela, Ultra Road, você consegue trocar um pokémon que esteja no banco e colocar ele na posição de ativo. Basicamente faz o efeito da carta Switch. Esse efeito nós já vimos por aqui. O Keldeo EX de umas coleções atrás tinha o efeito de passar do banco pro ativo com sua ability Rush In. A questão é que o Solgaleo permite que qualquer pokémon se torne seu ativo, não só o próprio Solgaleo. Isso te da uma mobilidade enorme na sua mesa. Podendo trocar de atacantes sem a necessidade de Pedra Flutuante ou Corda de Fuga por exemplo.
Com o seu ataque GX, Sol Burst GX, procura 5 energias no deck e coloca nos seus pokémon do jeito que você quiser. Como não especifica que precisa ser energias básicas, você pode procurar por exemplo uma incolora dupla. Essa velocidade de Set Up que ele proporciona é incrível. Só você fazer Rare Candy - Solgaleo, atacar com seu GX e GG. risos.
O verdadeiro problema que eu vejo nessa carta é o seu ataque normal.. Aquele com o qual Solgaleo causa dano. Com Sunsteel Strike você causa 230 =O mas você tem que descartar todas as cartas de energia carregadas nele. Não sei ao certo se isso é realmente tão bom. Já que é uma festa quando você enfrenta decks como os Ex basicos que mesmo tendo Fighting Fury Belt carregado você leva tranquilo, ou até mesmo os GX estágio 1. Mas como que ele vai ter uma sequência de ataques efetiva quando enfrenta Greninja por exemplo. Não vejo que o Solgaleo consiga bater 6 vezes com esse ataque tão fenomenal. Por outro lado, se ele se enfrenta a um deck de Lunala GX, ela tem 250, não vai conseguir nocautear. Obvio, vai ser lançado na próxima coleção o Choice Band que aumenta em 30 o dano causado em pokémon EX e GX. Assim o Sunsteel Strike consegue bater 260, mas isso não resolve o problema de enfrentar decks com pokémon que não precisam de EX na sua estratégia como Greninja ou Gyarados por exemplo.
Por outro lado nós temos a fraqueza a Volcanion EX, um deck que mesmo com Silent Lab, Alolan Muk, e mil techs continua sendo um deck muito popular nesse formato.


Tauros GX - Chegamos no Tauros !! Um pokémon incrível e que de longe, ao meu modo de ver, possui o melhor ataque GX da coleção. Mas ele tem outros dois ataques que não chegam a ser incríveis. Com o seu primeiro ataque você causa 20+10 por cada dano que ele tenha nele. Nada de mais na real já que se o seu oponente não te nocauteia, com aqueles +20, a menos que ele tenha sido incrivelmente inteligente de bater 160, dificilmente você conseguirá devolver o ataque com um KO. O seu segundo ataque causa só 60. wow, new meta. Mas agora o ataque GX dele é sem noção. Com Mad Bull GX você bate 30 vezes o numero de marcadores de dano que o Tauros tenha nele. Então se recebe um dano de 70 você está devolvendo 210 de dano. Você consegue nocautear a maioria dos EX mesmo com Fighting Fury. Uma loucura total ! Além do mais como para executar os seus ataques ele apenas precisa de duas energias incoloras, isso da uma enorme versatilidade na carta podendo ser utilizada em diversos decks.



Gumshoos GX - Eu adorei o Donald Trump da coleção ! E eu creio que a explicação que eu fiz pelo video do Top 10 deixa bastante clara a minha posição em relação a essa carta, deixo o link no minuto exato e realmente vale a pena que assistam porque explico o por que essa carta é indispensável em alguns decks específicos: https://youtu.be/C4Wj5FQEsGU?t=6m9s









Os Não-GX

No video eu comentei do Tsareena, Vikabolt, Alolan Muk e Oranguru, então não tocarei essas cartas nesse momento. Falarei de outros pokémon que tem habilidades interessantes mas que realmente ficaram fora do Top 10 porque os outros eram simplesmente melhores ao meu modo de ver x)

Shiinotic - A gente vê esse pokémon por aqui apenas por conta da sua habilidade. Com Illuminate você pode procurar um pokémon de planta no seu deck e colocar na sua mão. Ele encaixa perfeitamente no deck de Decidueye GX já que da aquela velocidade que você precisa para trazer os pokémon pra mesa. Já existiu um pokémon com uma habilidade similar, era o Sunflora da coleção Heart/Gold & Soul/Silver e ele jogou muito junto com Jumpluff, um pokémon que precisava ficar trazendo vários pokémon pra mesa constantemente. Outro pokémon que teve essa ability foi o Beedrill da coleção Rising Rivals. Nesse segundo caso ele não jogou como suporte em outros decks já que era um pokémon estágio 2, mas era vital para que a estratégia do deck de Beedrill, campeão mundial de 2009, fosse efetiva. Então pela história dessa ability, ambos pokémon jogaram.

Golduck - Ainda não consigo definir se essa carta será realmente boa ou não. Ela se encontra por aqui por conta do seu segundo ataque Double Jet que permite descartar até duas cartas de energia água da sua mão e por cada uma que é descartada você causa +60. Podendo assim bater 120. Você pode combinar ele com a Starmie da coleção Evolutions, a qual permite recuperar duas energias do descarte pelo custo de descartar outra carta da sua mão. Um brother meu me comentou que queria jogar isso com as Eeveevolutions da coleção Origens Ancestrais. Dessa maneira com Flareon na mesa você torna o Golduck a um pokémon do tipo água/fogo e pega na fraqueza de Decidueye e de Mega Scizor, pode usar o Jolteon para tornar o Golduck do tipo elétrico/água assim você atinge na fraqueza de Yveltal e Mega Rayquaza ou pode usar o Articuno para virar o Golduck do tipo água/água (?), alias só com o seu tipo próprio você está atingindo a fraqueza de Volcanion EX. Todos decks populares do formato. Acontece que você não faz nada tão efetivo contra Darkrai Turbo e até mesmo o deck de Yveltal vai formar um Garbodor e você não vai poder nem recuperar as energias e muito menos aplicar fraqueza já que será desligada a ability do Jolteon. Também não me parece tão viável montar 3 tipos diferentes de pokémon evoluidos, mas pode ser que o Golduck em um futuro ache jogo. Se conseguir barato não custa nada reservar um playset.

Whishiwashi - Este peixinho de 30 de vida tem uma das abilities mais roubadas e estranhas do formato. Com sua ability Timid você pode colocar o Whishiwashi do banco direto para sua mão. Só isso. Dai você me diz para que diabos eu vou querer que meu pokémon retorne para minha mão. Eu vejo um uso principal no Expanded quando combinado com Reuniclus da coleção Black & White. Reuniclus movimenta os marcadores de dano na mesa. Você pode movimentar 2 marcadores de dano para o Whishiwashi e devolver ele para sua mão.. Descer ele de novo, movimentar +2 marcadores para o Whishiwashi com a ability de Reuniclus e devolver ele pra mão com Timid. Desce o Whishiwashi de novo. Ai movimenta mais 2 e assim até limpar todos os danos que tenha na sua mesa. Uma ability similar a do Whishiwashi foi a do Lopunny da coleção Flash de Fogo e ele jogava um pouco com Weavile da coleção Congelamento de Plasma já que com a abilidade de você retornar pra mão você conseguia os pokémons na hora certa para atacar com Vilipendiar. Outro uso que eu imagino que essa carta pode ter é no deck de Vespiquen já que ela bate +10 por cada pokémon no descarte. O deck acostuma utilizar Klefki já que ele é carregado como uma pokémon tool e em seguida no fim do turno ele descarta. Lamentavelmente aqueles +10 desse Klefki não seriam aplicados naquele turno. Mas se você carrega o Klefki em Whishiwashi e devolve o Whishiwashi pra mão, dessa maneira o Klefki será descartado naquela hora e aplicará o +10 pro dano de Vespiquen nesse mesmo turno. Também, nesse mesmo deck você pode abaixar ele na hora que você vai dar um N por exemplo e no momento que você vai dar uma Ultra Bola ou um Sycamore devolve para sua mão no momento certo para ir pro descarte.



As Trainers:

Ilima - Essa carta Supporter me lembra um pouco ao antigo Team Galactic's Wager, so que ele deixa o efeito completamente na sorte e isso não me agrada nem um pouco. No caso da Ilima ambos jogadores embaralham a sua mão no deck e jogam uma moeda cada um. Aquele que tirar cara compra uma mão de 6 cartas e o que tirar coroa compra 3. Obviamente, ambos podem tirar cara e no inicio do jogo o efeito da Ilma seria similar ao N, ou ambos podem tirar coroa e ficar com uma mão de 3 cartas logo no inicio do jogo. A diferença com Wager é que com ele ambos jogadores jogavam a um JoKenPo e quem vencesse comprava 6 cartas e quem perdesse comprava 3. Eu me lembro que nessa época eu treinava muito o jokenpo já que todo mundo utilizava o Wager. E saber a escolha do seu oponente dava uma vantagem incrível no jogo. De 10 Wager normalmente eu ganhava de 8 a 9 por conta do meu treinamento. Parece mentira mas existem umas regras psicológicas que se você souber aplicar no Jokenpo podem te dar uma vantagem por cima de quem as desconhece. Por exemplo, quando você está fazendo o Jo-Ken-Po você está com a mão fechada (o mesmo símbolo da pedra) e como as pessoas não querem ser previsíveis elas tendem a trocar, as pessoas normalmente tendem a escolher tessoura como primeira opção porque identificam inconscientemente o papel como um elemento frágil; outra poderia ser que depois de duas vezes de ter escolhido a mesma opção, normalmente a terceira opção da pessoa não será a mesma já que segue o mesmo principio da regra anterior, as pessoas não gostam de ser previsíveis...  Mas ao mesmo tempo o jogo de Jokenpo é completamente outro quando ambos sabem essas regras já que o efeito do Team Galactic's Wager ficava totalmente por conta da analise da postura ou outras formas de adivinhar o que seria revelado: Pedra, Papel ou Tessoura. Mas no caso de Ilima é moeda... Uma moeeeda !!! O que de mérito tem vencer um jogo porque o seu oponente jogou a moeda e deu coroa e ficou com uma mão ruim desde o começo do jogo, hein. me diz D: Espero que essa carta não se torne popular porque vai deixar o jogo menos estratégico e mais no random mode.

Professor Kukui - Eu gostei desse "novo" novo entre muitas aspas ("""novo""") Buck's Training. Parece que a pokémon fica sem ideias e começam a relançar efeitos antigos na esperança de que as pessoas não se lembrem hehe. Com essa carta você compra duas cartas e no turno que ela é jogada você bate +20.
Eu particularmente achei estranho que o Professor da vez não tivesse o mesmo efeito que Juniper e Sycamore, mas é bom também. Com certeza todo mundo que gostava do Giovanni's Scheme deixará de utilizar ela para usar o Professor Kukui, mas nesse formato de pokémon com 250 de vida, 230 estágio 1 e etc. Bater +20 não me parece algo tão útil assim.



Team Skull Grunt - Esse supporter vai ser muito interessante nos decks que tenham como estratégia o descarte dos recursos do rival, como é Houndoom e Wailord. Ainda mais se utilizarem o Gumshoos GX, o qual permite olhar a mão do rival e utilizar efetivamente cartas tão situacionais como a Team Skull Grunt. Com ela você olha a mão do rival (se você já olhou a mão dele com Gumshoo não será surpresa o que você encontrar lá), e você descarta duas energias que encontre. Isso é realmente para descartar as energias especiais que o seu oponente segura na mão para não tomar um dano máximo de Raticate da Evolutions. É uma completamente situacional e que combina apenas com decks que utilizem o descarte como estratégia mas é uma boa adição a esses decks.



Para Finalizar...

Para finalizar... os boosters da coleção Sun & Moon em inglês virão com 11 cartas, sendo uma delas sempre uma energia básica do novo modelo da Sun and Moon. A questão é que os boosters que são em português virão com  6 cartas cada um. Quer dizer que na comparação, os boosters em português terão 12 cartas... A distribuição das cartas não sei realmente como ficará no Brasil. Será que teremos uma energia por cada booster de 6 cartas ? Não fica claro... A Copag anunciou que as caixas em português ficarão igual ao modelo americano, por tanto para que isso aconteça pelo menos em uma Box em português teremos que abrir obrigatoriamente 18 energias básicas. Não sei dizer como vai ficar a distribuição meesmo, mas estou muito ansioso pra saber.

Além disso, as cartas reverse foil dessa coleção ficaram super super bonitas como podem ver pela imagem e não vejo a hora de que chegue o dia 10 de Fevereiro para começar a abrir as minhas Box =D





 Fonte das imagens reverse foil: www.pokebeach.com




Muito obrigado por terem lido até aqui. Espero que todas as informações postadas tenham sido úteis para vocês.
E caso não tenham visto, deixo o vídeo do meu Canal em YouTube onde fiz o Top 10 das cartas dessa coleção:





Caso achou que não falei de alguma carta, me deixa um comentário e pode ter certeza que responderei em seguida !
Até mais !!

Expanded - Honortoise, campeão mundial 2015 não perde força !

 

 Fala galera !! =D
Sejam bem-vindos a mais uma analise de deck, hoje falando sobre um dos decks mais incríveis que já venceram o campeonato mundial de Pokémon. Creio que junto com o Twinboar de David Cohen (2012), o deck vencedor na categoria Master em 2015 deixou a mais de um de queixo caído. Estou falando do Deck Honortoise, que consagrou a Jacob Van Wagner como o campeão naquele ano.

Voltemos então no tempo e analisemos o cenário. Em 2015 o formato era BCR-On. As coleções válidas eram da BW7 Boundaries Crossed até a XY6 Ceús Estrondosos. O deck que estava em auge era Sapo Hammers, tanto que tiveram que banir a carta Lysandre's Trump Card para tentar deter esse deck. O banimento dessa carta foi muito repentino e deixou o formato uma bagunça à aproximadamente 2 meses antes do mundial.
Os decks mais populares da época eram Landorus Bats, Sapo Bats, Primal Groudon e pouco a pouco o Night March começava a ganhar o seu espaço no formato. Mega Rayquaza com Bronzong era bem popular também fora alguns outros rogues que iam aparecendo pouco a pouco graças a saída do maldito Sapo do formato.
Lembro que assim que assim que a coleção Conflito Primitivo e a carta Archie's Ace in the Hole esteve em formato, o Alex Silva do canal Plus Power (com quem compartilharemos um jogo por semana em ambos canais ;D), já tinha montado seu deck de Blastoise. Me passou a lista dele e juntos fomos alterando algumas coisas aqui e ali. Mas francamente não tive coragem de utilizar esse deck em nenhum torneio. Cogitei até de utiliza-lo no nacional, mas sentia que ia perder muito fácil para os decks de Sapo, e abri mão de jogar com Archie, (Para jogar com ExcaDeus, leiam o reporte daquele nacional, juro não tem desperdiço).

E confesso que assim como eu, pouca gente botava fé em um deck baseado em jogar um Supporter para trazer seu pokémon principal. A base da estratégia do seu deck era jogar um Supporter, se conseguisse, festa. Se não, não era bom não... 
Teve alguns jogadores que fizeram um top aqui e ali em regionais de Estados Unidos utilizando este baralho, mas nada fora do normal. Mas Jacob Van Wagner teve a mania e conseguiu montar uma das melhores listas de Archie's Blastoise que eu tenha visto. Vamos analisar a lista do Jacob:

Pokémon:
2x Blastoise (Virtual)
3x Keldeo EX (Virtual)
2x Jirachi EX (Virtual)
1x Mewtwo EX (Virtual)
Trainers/ Supporter / Stadium:
1x N (Virtual)
4x Superior Energy Retrieval (Virtual)
4x Trainer's Mail (Virtual)
1x Muscle Band (Virtual)
1x Computer Search (Virtual)
2x Rough Seas (Virtual)

Energias:

A estratégia do deck é bastante simples. Você precisa zerar a sua mão e ter como única carta o Archie's Ace in the Hole, um supporter que funciona apenas se for a sua única carta na mão. Após o uso desse supporter você pode escolher um pokémon água do descarte e colocá-lo no banco e ainda comprar 5 cartas !. A questão é que ele não especifica que precisa ser um pokémon básico, por tanto você pode escolher uma evolução e colocar aquele pokémon diretamente na mesa sem a necessidade de ter as pré-evoluções dele. Olha que na lista não tem nem Squirtle e nem Wartortle, o Blastoise apenas pode ser montado com a utilização dessa carta.

E uma vez que tem o Blastoise você ganha a capacidade de utilizar sua habilidade, a qual permite carregar as suas energias de água quantas vezes quiser no seu turno, pouco apelão.
Seus atacantes são variados e depende do deck do rival. Articuno e Wailord ajudam principalmente contra Night March já que o Articuno consegue comprar dois prêmios contra esses pokemon pequenos e o Wailord não é nocauteado de um ataque, por tanto consegue comprar 2 a 3 prêmios se ainda você consegue encaixar um Lysandre no Shaymin EX do oponente.
Mas na verdade quem consegue tomar conta do recado contra a maioria dos decks é o Keldeo EX. Ele tem uma habilidade fenomenal e um ataque melhor ainda. Com sua ability Rush In, caso o Keldeo esteja no banco ele se torna automaticamente seu pokémon ativo. Isso permite poupar qualquer energia que tivesse que queimar para recuar seus pokémon, maximizando assim o seu ataque Secret Sword. Com ele você causa 50 de danos +20 por cada energia de água que o Keldeo esteja carregando. Como Blastoise consegue carregar quantas energias quiser por turno, o poder destrutivo do ataque Secret Sword realmente pode chegar bem alto. Não sei se a mais de 8000, mas pelo menos uns 180-200 ele pode chegar a bater x) -piadinha horrível.




Mas calma, tudo mil maravilhas com o Archie's Ace in the Hole, mas será que é tão fácil assim ?
Mesmo tendo uma estratégia simples, a sequência de cartas que você precisa utilizar para zerar a sua mão não é tão simples. Tem vezes que você têm o efeito de Archie na sua mão, mas acaba fazendo uma Acro Bike que não precisava ou carrega uma energia antes de utilizar algum outro efeito e você perde a chance de fazer Archie naquele turno.

Então, vamos analisar de que maneira podemos zerar a nossa mão. Tal vez a carta mais importante para tornar isso possível seja a carta Compressor de Batalha, uma carta item que permite olhar o deck, escolher 3 cartas e descarta-las. É um atalho perfeito para descartar o Blastoise e o próprio Archie's Ace in the Hole, caso na sua mão tenha um VS Seeker.
As Acro Bike também ajudam de mais na filtração do deck e no descarte já que das duas cartas que você olha do top, uma vai pra mão e uma pro descarte. Com um pouquinho de sorte, a carta que vai pro descarte pelo efeito da Acro Bike pode ser o próprio Blastoise.


Temos 9 cartas que descartam outras cartas da sua mão para ajudar na diminuição a apenas uma carta. Essas são as 4 Ultra Bolas, as quais descartam duas cartas da sua mão e permitem que você procure um pokémon no deck. 1 Computer Search, a Ace SPEC perfeita para este deck, a qual permite descartar duas cartas da sua mão e procurar qualquer carta no seu deck. Francamente se você começa com a Computer na sua mão inicial é muito difícil que não consiga o Archie no primeiro turno ! 
E por último temos as 4 Superior Energy Retrieval. Elas são cartas que ajudam de mais no meio e no fim do jogo já que descartando duas cartas da sua mão você pega 4 energias básicas do descarte. Obviamente com o efeito do Blastoise você consegue carregar todas elas no mesmo turno e atacar fortemente o pokémon do seu adversário. Mas no começo do jogo, elas também são super úteis para alcançar o Archie T1. Se você tiver apenas uma energia do descarte, você pode utilizar o efeito dela para reduzir 3 cartas na sua mão para apenas 1. Lembrando que as cartas que você descarta para utilizar o efeito de Superior Energy Retrieval não podem ser recuperadas, quer dizer que se você tiver duas energias na sua mão, pode descartar ambas para recuperar aquela única energia que tenha no descarte (descartada pelo efeito de outras cartas como Compressor ou pelo requisito da carta Ultra Bola), assim pode carregar ela e transformar 3 cartas em 0.

Creio que a melhor forma de entender como você consegue fazer Archie T1 é assistindo a Gameplay que fiz deste deck, realmente um dos decks mais divertidos que eu tive o prazer de jogar.






Atualmente, no formato Expanded o Archie's Toise não está ganhando o lugar que merece, apesar de eu ter ganho aqueles jogos no, o deck não consegue alcançar colocações boas em torneios Premier. Um deck muito popular no Expanded atualmente é o Trevenant, o qual locka suas Trainers no primeiro turno. O deck de Archie não é muito servido de cartas Supporter, quer dizer que se seu oponente consegue fazer o Wally T1 e você permanece com uma mão ruim por muito tempo pode ser seu fim.
Tem que tomar muito cuidado com a carta Hex Maniac. Jacob teve sorte já que no seu mundial não tinha nenhuma carta que travasse abilities (#volta2015) (O máximo que tinha era Wobbuffet, mas não era muito utilizado). Era genial poder usar seus efeitos sem ter alguma desgraça como Garbodor ou Hex Maniac anulando a estratégia principal do seu deck. 
Outro deck bastante popular no Expanded atualmente é o Accelgor / Wobbuffet. Digamos que você não tem muita chance contra um pokémon que te bate 100 por fraqueza +30 por poison e ainda bloqueia as suas abilities, impedindo assim o Rush In e o Deluge.





Devo admitir que este é um deck completamente mito e que com certeza ficará na memória de todos. Tal vez será que dentre todos os decks campeões mundiais, será o melhor deles ?

Bom, poderemos descobrir pronto. Uma nova série chegará ao meu canal Poke Paradise nas próximas semanas Com certeza, tanto jogadores novos, mas principalmente, os mais antigos irão adorar !
Confiram o blog nos próximos dias para mais infos. Obrigado por terem lido !!
Até mais.! =)

Formato Standard - Mega Mewtwo / Garbodor

Bom dia a todos e a todas que seguem o meu Blog e meu canal no Youtube !
Aproveito e já deixo o link aqui para aqueles que ainda não estão inscritos no meu canal para que não percam todos os sorteios que eu faço por lá: www.tinyurl.com/pokeparadise  Fala pra mim, está esperando o que para se inscrever ?!

Estou muito feliz em trazer uma analise completa de um dos decks que mais aprecio nesse formato já que me levou até o Top 32 do último campeonato intercontinental, acontecido em Londres em Dezembro de 2016.
Estou falando sobre o deck de Mega Mewtwo com Garbodor.!

Mega Mewtwo foi um dos primeiros decks que comecei a utilizar desde o inicio da temporada e ele nunca me desapontou. Dentre os principais decks que tem nesse formato Standard, eu diria que é um dos mais fáceis de jogar; mas mesmo tendo uma estratégia simples, precisa ficar bem atento às diversas opções que o deck lhe oferece.



Começarei pelo nosso atacante principal, o Mega Mewtwo. Ele têm apenas um ataque, o Infinidade Psiquica. Com ele você bate 10+30 por cada energia que você e o pokémon defensor do seu oponente estiverem carregando. Ele ganha força de acordo com a força que o oponente também tenha. Atacantes que precisem de muitas energias como Volcanion EX ou Lugia EX não são par contra Mewtwo. Por outra parte atacantes que precisem de poucas como é o caso de Greninja, já é um pouco mais difícil, mas logo embaixo explicarei qual é minha visão de jogo contra o deck de Greninja. Por outro lado, temos energias Incolor Dupla e o item Mega Turbo para dar uma turbinada no ataque e poder arrancar +90 de danos ou até +120 sem que o oponente tenha visto por onde que o chute veio.


Mas não é só o Mega Mewtwo que ataca, nós temos as duas versões do Mewtwo EX no deck. Por um lado temos o Mewtwo EX principal, o qual tem o ataque Troca de Danos. Com ele você pode fazer a troca dos danos que ambos pokémon ativos tenham. Digamos, você troca os danos que o Mewtwo tenha com os danos que o pokémon defensor tenha. Isso é um grande beneficio quando seu oponente não tem marcadores de dano nele, e se é possível nocautear ele com esse ataque, melhor ainda. O segundo Mewtwo tem o ataque Onda de Fótons, o qual bate 30 e no próximo turno todos os ataques realizados nele são reduzidos em 30. Eu utilizo bastante ele principalmente na mirror já que se você ataca com ele você causa 60 de dano e reduz 30 incluso antes de aplicar fraqueza ou resistencia. Ele pode ser de muita ajuda em momentos chaves da partida.



Tudo bem, todos os Mewtwo tem ataques fantásticos, trocar danos, atacar e reduzir o dano no próximo turno, genial, mas todo mundo sabe que uma vez que você tem o Pokémon Mega, você tem os ataques do Pokémon de baixo, e a ideia é montar o Mega Mewtwo, não é ?
Pois bem, tal vez a carta que torne possível este deck seja o Shrine of Memories ou Santuário das Memórias. Com esse estádio, você pode utilizar os ataques das suas pre-evoluções. Assim Mega Mewtwo pode utilizar Troca de Danos ou até Onda de Fótons sempre e quando um ou outro seja seu pokémon de baixo.

Outro pokémon de vital importância no deck é o Garbodor, um pokémon que enquanto tenha uma ferramenta de pokémon carregada nele, anula todas as outras Abilities que tenha na mesa. A combinação de ambos em um mesmo deck: Um forte ataque, rápido e simples, em conjunto com a anulação de todas as Abilities pode ser devastador.

Explicada a estratégia do deck, segue a lista que estou utilizando atualmente:

Pokémon: 13
2x Trubbish - XY9 (Virtual)
1x Hoopa EX - XY7 (Virtual)

Trainer/Supporter/Stadium: 36
3x Correio de Treinadores (Virtual)
2x N (Virtual)

Energias: 11


Bom, o deck em sí não precisa de muita explicação. Eu gosto muito dos Santuarios das Memorias e utilizando 3 tal vez seja a forma que eu tenho de vencer Yveltal. Sempre que eu recebo um dano consigo devolver com o Troca de Danos do meu Mewtwo EX de baixo.
A diferença com a lista que joguei em Londres é que lá eu joguei com 4 Mewtwo de Troca de Danos e usava 2 Santuarios das Memorias e 1 Delinquente. Acredito que assim é melhor já que o Delinquente é muito bom em alguns jogos, mas poder se curar com o ataque de Troca de Danos a maioria das vezes é muito melhor.


Vs Yveltal: Pouco Desfavorável
O que eu percebi é que é um jogo complicado para ambos, mas principalmente para Mewtwo. Ajuda montar Garbodor T2 para anular o efeito do Yveltal BKT, mas se não consegue montar logo, você também pode formar seu Mega Mewtwo passando o turno e posteriormente a isso começar com Troca de Danos.
O ideal é que após cada ataque você consiga limpar seu Mewtwo transferindo os danos para os Yveltal e assim, após eles ficarem danificados precisará de poucas energias para nocautear com outro Mega Mewtwo. O ideal nessa match é não usar o Hoopa EX já que o Yveltal BKT + Lysandre nele pode ser devastador

Vs Greninja: Pouco Favorável
Contra esse deck eu procuro montar um Mewtwo de Troca de Danos com 3 energias psiquicas e esperar que meu oponente me ataque e o tempo tudo devolver os danos com Troca de Danos. O grande problema é que após o primeiro prêmio seu oponente vai começar com o festival de ACE Trainer. É de vital importancia filtrar o deck o antes possível.
Esta de mais avisar que Garbodor nessa match é essencial e se por um acaso ele cai nos prêmios e você não consegue comprar no primeiro prêmio é melhor conceder para ter tempo para uma melhor de 3. Um jogo contra Greninja sem Garbodor está destinado ao fracaso.

Vs Volcanion: Muito Favorável
Volcanion EX precisa carregar 3 energias para atacar, isso já gera uma base de ataque de 160. Simplesmente precisa de +1 energia para nocautear. Claro, o Volcanion pode ter o Cinto de Luta Furiosa, mas energias não é que faltam pro deck de Mega Mewtwo, precisamente. Além do mais, se você consegue montar o Garbodor é praticamente um jogo ganho. Se não, você ainda pode castigar dando uma sequencia de Maniaco dos Feitiços. A cada Maniaco que você da, é garantia de que ele não consigue te nocautear e que você ainda conseguirá aguentar mais um turno ou dois dependendo da mesa do oponente. Cuidado porque alguns decks de Volcanion estão utilizando Salamence EX, por tanto procura não descer muitos EX para não ser levado de apenas um tapa.

Vs PlumeBox: 50/50
Eu diria que não é um jogo perdido. Apesar de que seu deck não tem outros atacantes fora os seus Pokémon EX, se seu oponente ataca de Regice você consegue fazer Shaymin Loop até vir as cartas que você precisa. O Regice bate 70 e não toma de EX, 70 não é suficiente para nocautear seu Shaymin, por tanto você consegue bater com Retorno para o Ceu. Você não estará causando dano, mas aqueles danos que seu oponente colocou na mesa serão removidos. Seguindo essa estratégia você consegue ganhar turnos para comprar o que você precisa, basicamente os Lysandre para nocautear os Jolteon EX do seu oponente; e o Maniaco dos Feitiços acompanhado de 2 Explorador VS para recuperar seus Lysandre. Outra forma de tentar aguentar alguns turnos seria montando um Mewtwo EX básico com apenas energias psíquicas (essa parte é importante para não tomar um ataque do Jirachi Promo) e ficar dando Troca de Danos. Porém pode não ser uma opção caso seu oponente utiliza Mew EX já que rapidamente poderá copiar um ataque como o de Lugia EX que consegue te nocautear de um ataque só. Isso ele poderá fazer apenas no começo do jogo quando ninguém comprou prêmios, mas em um jogo mais prolongado é difícil que arrisque a algo do tipo já que você consegue nocautear, ir a 2 prêmios e deixar ele mal posicionado contra um Lysandre. O Mew EX é nocauteado muito fácil com apenas um Mewtwo de Troca de Danos e duas energias psíquicas.
Por outro lado, tendo 3 Santuarios das Memorias você pode tentar ganhar a briga de estádios caso seu oponente tenha descartado um dos seus 4 Floresta das Plantas Gigantes com Sycamore ou dando uma Ultra Bola, coisa que é bastante comum. Caso seu estádio permaneça como último será uma festa com todas as letras já que poderá receber os danos do Regice e remover eles com Troca de Danos utilizando o próprio Mega Mewtwo.

Vs Mega Gardevoir STS: Muito Desfavorável / perdeu playboy / renda-se que ganha o tempo da rodada pra descansar pelo menos.
Basicamente enfrentar um deck com a Gardevoir STS é uma derrota garantida. O deck de Gardevoir de Fada da para bricar já que apenas utiliza uma Gardevoir STS, porém um deck com 3 Mega Gardevoir STS que ainda utilize ela como sua estratégia principal já é demais para o coitado do Mewtwo.
Pense que cada ataque que a Mega Gardevoir da é um nocaute a todos os pokémon do seu deck. Tudo tem fraqueza a psiquico e nem sequer o Shaymin EX se salva.
Enquanto a Gardevoir precisa de apenas duas energias para nocautear qualquer dos seus pokémon, você precisa apenas APENAS de 5 energias para nocautear uma Mega Gardevoir STS sem dano.
A única chance que você tem contra este deck é montar um mewtwo com 5 energias, um Garbodor e dar N e que seu oponente não compre nada. Isso não é tão difícil de acontecer já que normalmente o deck de Mega Gardevoir STS utiliza como base de Draw os Shaymin, Hoopa e os Dragonite EX, os quais descarta a cada ataque, mas esse cenário é realmente difícil de criá-lo. Tal vez no maior desespero seja uma opção bater de Mewtwo Onda de Fótons utilizando o Mega Mewtwo, dessa maneira você reduz em 30 o dano antes de aplicar fraqueza. Porém com que o Mega Gardevoir tenha 3 pokémon no banco já consegue te nocautear. Mas como dito, se você consegue dar N + Garbodor as vezes o Mega Gardevoir pode ficar sem pokémon para dar um Hit após um ataque de Onda de Fótons.

Vs Houndoom: Pouco Favorável
Essa match é realmente complicada. Os 4 Mega Turbo do deck ajudam de mais para recuperar as energias que são descartadas pelo efeito de Martelo e Flare Grunt. Eu procuraria montar um pokémon com Pedra Flutuante na frente e montar um Mega Mewtwo com bastantes energias embaixo. Dessa maneira o oponente apenas conseguiria descartar suas energias com Martelo. Outra ação importante é tentar carregar o mínimo possível as suas Energias Incolor Dupla já que algumas serão descartadas pelo ataque do Houndoom ou Bunnelby. Se ainda facilita pro seu oponente carregando as Energias Dupla, logo logo o Raticate estará batendo 240, te tirando de combate e eliminando a única chance que você têm para vencer o jogo.

Vs Mirror:
Eu diria que o Mirror de Mewtwo é completamente técnico. Você pode fazer tantas coisas que é incrível a capacidade que precisa ter para jogar e vencer. Se você joga segundo, é bom atacar 60 batendo com Tiro de Estilhaçar já que se seu oponente não Mega evolui aquele Mewtwo, no turno seguinte você carrega mais uma energia psiquica e nocauteia aquele Mewtwo te dando assim 2 prêmios. Não importa que o seu Mewtwo volte e te nocauteie já que dessa maneira ativará as suas Mega Turbo e poderá devolver o hit. Lembrando que nocautear um Mewtwo utilizando Infinidade Psiquica não é fácil já que você não aplica fraqueza.
Trubbish é tal vez a arma secreta nessa match já que você causa 20 de danos por fraqueza e se ainda sair cara pode remover uma energia carregada no Mewtwo. Aqueles 20 que você da no Mega Mewtwo fazem muuuita diferença já que você precisará de 6 energias para nocautear aquele Mega Mewtwo e não 7, como precisava antes de bater de Trubbish. Por outro lado, descartar uma energia é um bônus e obrigar o seu oponente a comprar um prêmio ímpar é genial já que em algum momento do jogo você conseguirá fazer N de 1. O Mewtwo de Onda de Fótons também é realmente útil quando você vai primeiro ou segundo já que você consegue causar 60 de danos pela fraqueza e resistir 30 antes de aplicar fraqueza e resistencia. Praticamente você consegue causar 120 de danos com ele quase garantido. Realmente a mirror de Mega Mewtwo dentre todas as match que existem atualmente, é a que eu mais curto.



Bom, até aqui chega a parte escrita da minha analise desse maravilhoso deck do formato Standard.
Segue agora uma Gameplay que fiz com Gabriel Semedo, um dos melhores jogadores que temos no Brasil. Foi uma melhor de três testando a match de Mega Mewtwo contra Yveltal. Confira quem saiu vencedor, se foi o cara que escreve pra Poke Paradise ou se foi o cara que escreve para 60cards.!
Também como expliquei no vídeo, mas aproveito para explicar por aqui também, estarei sorteando um Mega Mewtwo EX n.64 do jogo virtual para que vocês possam utilizar e testar este deck também. O único que vocês tem que fazer é comentar no vídeo e estar inscritos no canal da Poke Paradise no YouTube. Se querem aproveitar e também deixar um like no vídeo é sempre bem-vindo. Tem tempo para comentar até Segunda-Feira 09 de Janeiro, nesse dia será sorteado o vencedor:






Bom galera, isto foi a analise completa do deck de Mega Mewtwo no formato Standard 2016-2017.
Se você realmente gostou e achou essa informação útil, agradeceria muito que divulgasse meu blog entre os seus amigos, e caso precise das cartas para testar esse deck (ou outro) no online, procura na minha loja virtual: www.pokeparadise.com.br
Lá com certeza achará todas as cartas físicas e virtuais que está precisando.

Nos vemos na próxima Analise, que será de Archie's Blastoise!, dessa vez para o formato Expanded !
Mas ainda não utilizarei qualquer listinha de por ai, usarei nada mais e nada menos que a lista do campeão mundial de 2015 Jacob Van Wagner. É um deck cheio de poder que consegue montar Blastoise no primeiro turno com a ajuda de Archie's Ace in the Hole. O deck é realmente muito forte e gostoso de jogar, não cansa e é realmente uma ótima opção para o Expanded. Confere então, na próxima Segunda-Feira. Valeu !!